Bodas de casamento – como comemorar?

Você sabia que as bodas de casamento são comemoradas desde o primeiro ano de casados? Cada ano tem uma comemoração diferente e vale a pena lembrar de todas. Confira quais são e como comemora-las

Em Casamento

Publicado em 16/03/2021 21h50

4 minutos para leitura

Você sabia que as bodas de casamento são comemoradas desde o primeiro ano de casados? Cada ano tem uma comemoração diferente e vale a pena lembrar de todas. Confira quais são e como comemora-las Você já parou para imaginar como quer comemorar suas bodas? É, sabemos que para quem ainda está organizando o casamento pode parecer um pouco distante, mas passa relativamente rápido. Muitos casais têm optado por fazer renovação de votos antes mesmo de datas marcantes como 25 ou 50 anos de casados. “Sempre vale a pena comemorar estas datas. É uma forma de reafirmar os votos e de eternizar estes momentos através de registros. Para alguns casais, que não puderam fazer uma festa no momento do casamento, é a realização de um sonho. Muitos casais não estão estabilizados no momento do casamento e como há muitas despesas extras com a casa, acabam não fazendo a festa. E, por isso, as bodas vêm como uma oportunidade de celebrar de forma que não puderam antes”, comenta o cerimonialista e assessor Fabio Entler Cimini. bodas de casamento

Como definir a comemoração?

Hoje existem várias possibilidades para comemorar as bodas – seja por meio de uma viagem, de uma festa mais íntima para poucas pessoas ou de uma grande comemoração. Segundo Cimini e Bel Bekler, que trabalham com assessoria e planejamento de eventos, o que irá definir o estilo da festa, em primeiro lugar, é o orçamento do casal. Para Bel, além do orçamento do casal, é preciso considerar o sonho deles. “Há alguns casais que fazem apenas uma festa para amigos e familiares. Eles fazem a festa em um espaço, contratam buffet, DJ, bebidas, mesa de doces e bolo. Há também aqueles casais que incluem uma cerimônia religiosa. convidados

Quem convidar?

Este é outro item que irá depender do orçamento e do desejo do casal – assim como em um casamento. “Ás vezes, o casal não tem um grande orçamento e prefere fazer uma festa estilo petit comité. Para uma comemoração mais intimista, vale convidar parentes mais próximos, padrinhos e melhores amigos. Se o casal optar por uma festa um pouco maior, pode incluir nesta lista amigos um pouco mais distantes. Mas se eles quiserem uma mega festa, aí não tem muita restrição e podem incluir alguns conhecidos na lista”, explica Cimini. E também não há necessidade de convidar as mesmas pessoas presentes no casamento. “Tudo depende do que o casal quer para esta comemoração. Muitas vezes, passam-se muitos anos, e eles acabam perdendo o contato com alguns convidados do casamento. Então não há necessidade de chamar as mesmas pessoas”, afirma Bel. bodas de casamento

Bodas mais comemoradas

Tradicionalmente, as bodas mais comemoradas pelos casais são 25 anos de casados (Bodas de Prata) e 50 anos (Bodas de Ouro). Para Cimini, as Bodas de Prata são as mais procuradas. “São as que eu mais faço. O casal ainda é relativamente jovem, ainda estão na fase de curtição. Outra data bastante comemorada são os quinze anos – especialmente de pessoas que se casaram mais tarde e estão comemorando esta data”, expõe. Segundo Bel, há alguns casais que todos os anos propõe algum tipo de comemoração para o casamento. Mas as datas mais procuradas continuam 25 e 50 anos, além dos múltiplos de dez.  

Protocolos das bodas

Cimini e Bel explicam que o cerimonial das bodas é bastante similar ao do casamento, com um pouco mais de flexibilidade. “Existe o cortejo, com entrada, saída e cumprimentos. Só que ao invés de pajens e padrinhos, muitas vezes o casal opta por colocar filhos e netos”, destaca Cimini. “Assim como no casamento, costuma ter um celebrante para fazer uma benção, mas é bem mais livre. Filhos, netos, noras e genros podem ser incluídos na cerimônia”, complementa Bel. Bel e Cimini afirmam que a troca/renovação de votos fica a critério do casal. “Não é obrigatório realizar os votos. Algumas vezes, eles optam por ter somente o celebrante falando. Como é algo simbólico, não há um protocolo a ser seguido neste caso”, pontua Bel.

Lista de presentes?

Na opinião de Cimini e Bel, não se deve fazer lista de presentes. “O casal já está em outra fase da vida, já tem uma vida mais consolidada e está em uma fase mais confortável. É um momento de reafirmar o amor e a cumplicidade. Por isso, aconselho que os anfitriões promovam algum tipo de ação solidária, envolvendo doações, por exemplo”, sugere Cimini. Bel concorda: “No casamento, é comum fazer lista porque estão montando a casa. Mas fazer lista para comemorar as bodas pode ser desagradável”. Texto adaptado de: Revista icasei